Nootropic - DESCUBRA TODO O POTENCIAL DA SUA MENTE!

Marca: Ecogenetics
Modelo: Nootropic - DESCUBRA TODO O POTENCIAL DA SUA MENTE!
Disponibilidade: Em stock
59,04€
Sem iva: 48,00€

Qtd

 

DESCUBRA TODO O POTENCIAL DA SUA MENTE

- Melhorar a memória
- Melhorar a atenção e a concentração
- Melhorar a disposição
- Reduzir a fadiga mental
- aumentar as habilidades cognitivas e a criatividade

Os Nootropics (nutrientes com efeito sobre o cérebro) não são brincadeira, antes pelo contrário, podem ser de decisiva importância quando falamos de nutrigenómica cerebral.

Embora os nootrópicos se estejam a começar a tornar extremamente populares, muitas pessoas ainda não sabem exatamente o que eles são. Na sua definição mais básica, os nootropics são simplesmente substâncias que ajudam a melhorar as qualidades cognitivas do cérebro, daí que durante anos tenham sido conhecidos apenas como "drogas inteligentes".

Os estudos científicos têm ajudado a provar que os nootrópicos podem efetivamente aumentar a memória do indivíduo médio, os níveis de confiança, a motivação pessoal e a função do cérebro em geral. Essencialmente, estes compostos têm efeitos surpreendentes, dos quais, literalmente, qualquer um pode beneficiar.

A principal forma porque os nootrópicos têm tanto sucesso é porque eles agem como um aditivo para substâncias neuroquímicas que já estão presentes no cérebro. Estes produtos químicos podem ser uma variedade de fatores, incluindo enzimas, hormonas e neurotransmissores, e todos eles contribuir para melhorar as funções cognitivas. Porém, para além de melhorarem as funções cognitivas, eles também têm a capacidade de aumentar o fornecimento de sangue que é dirigido para o cérebro, e aumentar o crescimento global do sistema nervoso cerebral.

Por isso na ECOGENETICS pusemos uma especial atenção na elaboração do NOOTROPIC, buscando os nutrientes que, demonstradamente, a ciência, ao longo de mais de 50 anos, tem avalizado para promover a saúde e a função cerebral, aumentando a energia, melhorando a concentração e recuperando e promovendo a memória. Fizemo-lo, ainda, como sempre, através das matérias primas da melhor qualidade e produzindo-o através dos mais elevados padrões de fabrico a nível mundial.

Por isso, podemos oferecer-lhe um nutrigenómico de características únicas a nível mundial que vai fazer toda a diferença na sua intervenção clínica - ver para crer!

Um Nootrópico de excelência deve ter os seguintes objectivos e principais benefícios cognitivos:

- Melhorar a memória;

- Melhorar a atenção e a concentração;

- Melhorar a disposição;

- Reduzir a fadiga mental;

- Aumentar as habilidades cognitivas e a criatividade.

 

O NOOTROPIC da ECOGENETICS, é um suplemento com 16 nutrigenómicos que tem por objetivo proporcionar-lhe os seguintes benefícios:

- Melhorar a produtividade

- Melhorar a qualidade do seu sono

- Evitar a depressão

- Melhorar a sua disposição

- Dar mais estabilidade às emoções

- Melhor coordenação corpo-mente

- Melhorar a neuroplasticidade

- Proteger o cérebro

- Melhorar o léxico

- Melhorar a circulação para o cérebro

- Regular o stress

- Garantir a ausência de quaisquer efeitos secundários

 

 

  Ingredientes e/y Informação Nutricional/ Valor Nutricional
  por cada 4 cápsulas:

 

%*VRN

Acetil L-Carnitina HCI

500mg

 

L-Tirosina

300mg

 

Melena de Leon / Juba de Leão (Hericium Erinaceus), extracto/extrato seco parte aérea 20%

300mg

 

Alcachofa/alcahofra (Cynara scolimus L.), extracto/extrato seco hojas/folhas 2.5%

200mg

 

Bacopa Monieri, Estracto/extrato seco hierba/grama 10:1

Equivalente a planta entera/Equivalente a planta inteira

200mg


2000mg

 

Gingko Biloba (Ginkgo Biloba L), extracto/extrato seco hojas/folhas 24%

200mg

 

Ácido Gama-aminobutírico (GABA)

200mg

 

Alfaglicerofosforilcolina

160mg

 

Ácido alfa lipoico

100mg

 

Ácido ferúlico

100mg

 

Coleus (Coleus Forskohlii), extracto/extrato seco 10%

100mg

 

L_Teanina

100mg

 

Fosfatidilserina 20%

80mg

 

Dimetilaminoetanol 20%

50mg

 

Cafeína

20mg

 

Vitamina B12 (Metilcobalamina)

100μg

4000



*VRN = Valores de Referência de Nutrientes

Contiene derivados de soja / Contém derivados de soja.

  • A Alfaglicerofosforilcolina: Alpha GPC colina é a forma mais potente de colina disponível no mercado hoje, é 5 vezes mais poderosa do que a CDP colina. Alpha GPC Colina também tem um efeito relativamente suave sobre a Hormona do Crescimento. Para que isto ocorra a Alpha GPC colina deve ser utilizada a longo prazo, e deve ser tomada junto com treino físico e uma dieta equilibrada.Já no que respeita ao processo neurodegenerativo da doença de Alzheimer, que é caracterizado por uma disfunção colinérgica e deposição do péptido beta-amilóide, um estudo recente correlacionou os níveis de actividade da colina-acetiltransferase do hipocampo com a extensão das lesões da doença de Alzheimer em participantes sem déficit cognitivo e naqueles com ligeiro a moderado doença de Alzheimer (Ikonomovic et al., 2003). Nesses indivíduos sem comprometimento cognitivo, comprometimento cognitivo leve e doença leve a moderada de Alzheimer, houve uma correlação positiva entre os níveis de atividade da colina do hipocampo e a progressão da patologia de placa no córtex e no hipocampo. Na doença de Alzheimer, o dano colinérgico (neurotransmissão reduzida) e o comprometimento cognitivo ocorrem muito antes da formação de placas beta-amilóides. Porque a colina pode permeabilizar a barreira hematoencefálica, os elementos que melhoram a memória podem ser levados directamente para o cérebro. Os  benefícios da Alpha GPC colina são: melhora a memória, a concentração mental, a atenção e a capacidade cognitiva . A importância da colina para a formação da memória e a atenção, impulsionando a acetilcolina, está hoje bem documentada. É apoiada por uma vasta investigação tanto em jovens como em idosos.
  • A N-Acetil-L-Carnitina: é uma forma acetilada do aminoácido L-carnitina. A acetil L-carnitina é capaz de atravessar a barreira hematoencefálica e uma vez atingido o cérebro, ela é convertida em acetil-CoA, que se liga com colina já presente a tornar-se acetilcolina. A acetilcolina é um neurotransmissor intimamente ligada a muitas funções cognitivas importantes, tais como a formação de memória, capacidade de raciocínio, de processamento de dados de percepção e a capacidade das estruturas neurais de crescer. Ela tem, ainda, fortes propriedades anti-oxidantes. Ela promove o transporte dos grupos acetil e dos ácidos gordos para dentro da mitocôndria, para a produção de energia. Por isso, serve como um reservatório de energia de grupos acetil e ambos os nutrientes ajudam a melhorar a produção de energia. Os seus benefícios vãos desde a depressão, ao acidente vascular cerebral, à proteção neuronal, até ao reforço da ação das mitocôndrias. Muitas das teorias de centro na redução da eficiência da mitocôndria de envelhecimento, daí o seu óbvio benefício "anti-envelhecimento". A ALC também aumenta o metabolismo celular cerebral e tem vindo a ser demonstrado que contribui para melhorar a memória, o tempo de reacção, e outras funções cognitivas.
  • O Ginkgo biloba: é tradicionalmente usado para uma variedade de problemas relacionados com o cérebro – falta de concentração, esquecimento, dores de cabeça, fadiga, confusão mental, depressão e ansiedade. O mecanismo dual pelo qual o ginkgo funciona é,através do aumento da irrigação cerebral e do aumento da dopamina.
  • A L-teanina: é um componente encontrado no chá verde. Aumenta os níveis de dopamina, juntamente com outros neurotransmissores, como a serotonina e o GABA. A L-teanina melhora a memória, a aprendizagem e o humor.
  • A L-tirosina: trata-se do aminoácido precursor da dopamina.  E dopamina significa prazer e bem-estar mental.
  • A Fosfatidilserina: atua como “porteiro” do seu cérebro, regulando a entrada e saída de nutrientes e resíduos do seu cérebro. A investigação demonstra que pode aumentar os níveis de dopamina e melhorar a memória, a concentração e a aprendizagem.
  • A Cafeína: numerosos estudos apontam para o efeito positivo da cafeína no sentido de retardar tanto o cansaço físico como mental, mantendo o cérebro mais desperto e mais activo, aumentando a performance cognitiva e a memória. Isto sim, se não for em dose excessiva, a qual poderá induzir, ansiedade (nalgumas pessoas doses tao baixas como 50mg). Dentro do cérebro, ela vai ligar-se aos receptores da adenosina, bloqueando o seu efeito e, assim, aumentando a produção de dopamina, com o consequente aumento da performance ao nível da memória. Os estudos parecem ainda apontar o estímulo da cafeína à libertação de acetilcolina.
  • O Ácido Ferúlico: O ácido ferúlico é um potente antioxidante fenólico, encontrado em altas concentrações em plantas, e possui um alto potencial neuroprotector e anti-radicalar, agindo como uma barreira de membrana celular, impedindo a atividade de radicais livres e minimizando os efeitos dos mesmos no envelhecimento do cérebro, nomeadamente contra a toxicidade induzida pelo peptídeo-beta-amilóide que danifica a memória. Tudo parece, pois, apontar para a capacidade do ácido ferúlico em potenciar a capacidade de aprendizagem e a memória. A investigação tem, também, demonstrado o seu potencial como anti-carcinogénico. E possui um efeito muito particular sobre a glândula pituitária, porquanto, ao possuir uma estrutura similar a normetanefrina, o primeiro metabolito da norepinefrina, possui um mímico efeito estimulador da somatropina naquela glândula e, consequentemente, na produção da hormona de crescimento, responsável pela reparação e regeneração de tecidos e órgãos, também a nível cerebral.
  • Hericium Erinaceus: trata-se de um cogumelo oriental que, além de 32 substâncias bioactivas, contém dois compostos de baixo peso molecular, erinacines e ericenone, que são susceptíveis de atravessar a barreira hematoencefálica e estimular a regeneração mielínica, favorecendo o Factor de Crescimento dos Nervos (NGF) no cérebro. Esta proteína é responsável pela geração, crescimento e reparação dos neurónios no cérebro. Daí que a Juba de Leão esteja presente no NOOTROPIC, para melhorar a saúde celular do cérebro, como agente neuroprotector, com vista a promover as funções cognitivas normais e saudáveis.
  • Ácido Alfa Lipóico: O ácido alfa-lipóico (ALA) desempenha um papel fundamental no funcionamento do cérebro. O estresse oxidativo e o esgotamento de energia são características bioquímicas e características do déficit de atenção, tal como o é o fracasso mitocondrial. O ALA é um antioxidante poderoso, o que também melhora o metabolismo da glicose e a sua utilização no cérebro. Hager et al deu 600 mg ALA diariamente para nove pacientes com demências AD e outras demências relacionados, que já estavam a receber inibidores estandard da acetilcolinesterase, num estudo aberto com duração de aproximadamente 337 dias. Os resultados mostraram que aqueles que receberam o ALA tiveram estabilização da função cognitiva.
  • Bacopa Monieri: Usada na medicina tradicional ayurvédica, desde há muitos séculos, como erva medicinal, a bacopa demonstrou que pode melhorar as pontuações em alguns testes cognitivos nalgumas pessoas. Os benefícios demonstrados, incluem:
  • Memória melhorada de curto e longo prazo
  • Melhor desempenho cognitivo
  • Atenção e focagem redobradas
  • Redução de ansiedade / nervosismo
  • A Bacopa tem sido extensivamente testada e comprovada como um potenciador de memória e concentração. Os resultados de um estudo recente mostrou que ela reduziu o tempo necessário para aprender uma nova tarefa quase para metade!
  • Gaba: O ácido gama amino butírico promove um sono profundo, calma, sonhos lúcidos, reduz a ansiedade. O GABA é o neurotransmissor inibidor mais importante e difundido no cérebro, ajuda a aumentar a produção de ondas cerebrais alfa, conhecidos por aumentar o foco e a clareza. Ao mesmo tempo que diminui as ondas cerebrais beta, que estão ligadas ao nervosismo e a pensamentos dispersos.
  • Vitamina B12: Diminui a fadiga, a letargia e o stress. A vitamina B12 é um nutriente essencial vital para todos, sobretudo adultos mais velhos. De acordo com pesquisas recentes, uma quantidade adequada de B12 pode prevenir o declínio mental. Os especialistas descobriram que os pacientes com problemas de memória, quando tratados com B12, muitos dos seus sintomas desapareceram dentro de 6 meses, com claras melhorias na clareza mental e atenção.
  • DMAE: o Dimetilaminoetanol é usado em muitos casos para ajudar a pele parecer mais jovem e mais vibrante, e para minimizar ou exterminar rugas quando tomado durante longos períodos de tempo. Ele é, no entanto e também, um poderoso nootrópico, com efeitos semelhantes aos da colina quando tomado durante longos períodos de tempo. A investigação tem demonstrado que ele aumenta a clareza de pensamento e a memória.
  • Alcachofra: o extracto de alcachofra protege o fígado contra danos tóxicos, além de estimular a liberação de bile. A sua acção melhora a purificação do sangue que será enviado para o cérebro. Age numa sinergia perfeita com o Coleus Forskohlii que promove a dilatação dos vasos saunguíneos e uma melhor irrigação cerebral. Mas a alcachofra tem ainda propriedades inibidoras sobre o cérebro, promovendo a tranquilidade e a clareza de raciocínio.
  • Coleus Forskohlii:além das antes apontadas propriedades, tem, ainda, demonstradas e poderosas propriedades de benefícios para a memória. Converte a enzima adenilato-ciclase em monofosfato de adenosina cíclico (cAMP). Este é responsável por certos tipos de sinalização intercelular neural, dando às células instruções importantes que são a base para todas as reações e as comunicações no cérebro.

 

BIBLIOGRAFIA

- A. Tonoki, R. L. Davis. Aging Impairs Protein-Synthesis-Dependent Long-Term Memory in Drosophila. Journal of Neuroscience, 2015; 35 (3): 1173 DOI: 10.1523/JNEUROSCI.0978-14.2015

- Anatomically distinct dopamine release during anticipation and experience of peak emotion to music

http://www.nature.com/neuro/journal/v14/n2/full/nn.2726.html

- Cheng C. Y., Su S.Y., Tang N. Y., Ho T. Y., Chiang S. Y., Hsieh C. L. Ferulic acid provides neuroprotection against oxidative stress-related apoptosis after cerebral ischemia/reperfusion injury by inhibiting ICAM-1 mRNA expression in rats. Brain Res. 13, 136-50, (2008).

-  Cho J. Y., Kim H. S., Kim D. H., Yan J. J., Suh H. W., Song D. K. Inhibitory effects of long-term administration of ferulic acid on astrocyte activation induced by intracerebroventricular injection of beta-amyloid peptide (1-42) in mice. Prog. Neuropsychopharmacol. Biol. Psychiatry 29, 901-7, (2005).

- Dopamine, hippocampus and psychiatric diseases: Clarifying their relationships

http://www.sciencedaily.com/releases/2014/04/140403132337.htm

- Imaging study shows dopamine dysfunction is not the main cause of Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD)

http://www.cam.ac.uk/research/news/imaging-study-shows-dopamine-dysfunction-is-not-the-main-cause-of-attention-deficit-hyperactivity

- [The relevance of dopamine agonists in the treatment of depression].

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19272288

- The Dopamine Connection Between Schizophrenia and Creativity

http://psychcentral.com/lib/the-dopamine-connection-between-schizophrenia-and-creativity/0003505

- The Dopamine Hypothesis of Schizophrenia: Version III—The Final Common Pathway

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2669582/

- Engel RR, Satzger W, Gunther W, Kathmann N, Bove D, Gerke S, Munch U, Hippius H. Double-blind

cross-over study of phosphatidlyserine vs. placebo in patients with early dementia of the Alzheimer

type. Eur Neuropsychopharmacol. 1992;2:149-155.

- Hager K, Marahrens A, Kenklies M, Riederer P, Munch G. Alpha-lipoic acid as a new treatment option for

Azheimer type dementia. Arch Gerontol Geriatr. 2001;32:275-282.

- Hudson E. A., Dinh P. A., Kokubun T., Simmonds M. S., Gescher A. C. Characterization of potentially chemopreventive phenols in extracts of brown rice that inhibit the growth of human breast and colon cancer cells. Cancer Epidemiol Biomarkers Prev., 9, 1163-70 (2000).

- Gilda NevesI; Stela M. K. RatesI, Carlos A. M. FragaII; Eliezer J. BarreiroII Quím. Nova vol.27 no.6 São Paulo Nov./Dec. 2004 REVISÃO: Agentes dopaminérgicos e o tratamento da disfunção erétilDopaminergic agents and erectile dysfunction treatment

-  Jin Y., Yan E. Z., Fan Y., Zong Z. H., Qi Z. M., Li Z. Sodium ferulate prevents amyloid-beta-induced neurotoxicity through suppression of p38 MAPK and upregulation of ERK-1/2 and Akt/protein kinase B in rat hippocampus. Acta. Pharmacol. Sin. 26, 943-51, (2005).

-  Mohmmad Abdul H., Butterfield D. A. Protection against amyloid beta-peptide (1-42)-induced loss of phospholipid asymmetry in synaptosomal membranes by tricyclodecan-9-xanthogenate (D609) and ferulic acid ethyl ester: implications for Alzheimer’s disease. Biochim. Biophys. Acta. 1741, 140-8, (2005).

-  Mori H., Kawabata K., Yoshimi N., Tanaka T., Murakami T., Okada T., Murai H. Chemopreventive effects of ferulic acid on oral and rice germ on large bowel carcinogenesis. Anticancer Res. 19, 3775-8 (1999).

-  Perluigi M., Joshi G., Sultana R., Calabrese V., De Marco C., Coccia R., Cini C., Butterfield D. A. In vivo protective effects of ferulic acid ethyl ester against amyloid-beta peptide 1-42-induced oxidative stress. J. Neurosci. Res. 84, 418-26, (2006).

- Yan J. J., Cho J. Y., Kim H. S., Kim K. L., Jung J. S., Huh S. O., Suh H. W., Kim Y. H., Song D. K. Protection against beta-amyloid peptide toxicity in vivo with long-term administration of ferulic acid. Br. J. Pharmacol. 133, 89-96, (2001). Gorewit R. C. Pituitary and thyroid hormone responses of heifers after ferulic acid administration. J. Dairy Sci. 66, 624-9 (1983).

- Wettstein A. Cholinesterase inhibitors and Gingko extracts--are they comparable in the treatment of

dementia? Comparison of published placebo-controlled efficacy studies of at least six months'

duration. Phytomedicine. 2000;6:393-401.


Aplicação
Modo de usar conforme aconselhamento do especialista
Embalagem
Quantidade 120 caps

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.